22.5.11

O outro elevador de Ponsard


Elevador de São Julião (ou da Biblioteca) — (1987−1915)
Calçada de S. Francisco 1909

Estava ali em Lisboa, no Largo de São Francisco, mas chamava-se Elevador de São Julião. Levantava do chão 25 pessoas de cada vez através de um contrapeso de água. Levantou as últimas em 1915.

Eis o que dele se conta nos arquivos da CML:

«Elevador de São Julião
Localização: Largo de S. Julião/Largo das Belas Artes
Autoria: Raoul Mesnier de Ponsard
Inauguração: 12 de Janeiro de 1897

O elevador do Município, também conhecido como elevador da Biblioteca ou elevador de S. Julião, foi o sétimo elevador a ser construído em Lisboa. A entrada fazia-se pela porta de uma residência particular, o n.º 13 de Largo de S. Julião, e a saída fazia-se igualmente por outra residência particular, pelo terraço do Palácio do Visconde de Coruche, no então Largo da Biblioteca. Funcionou até 1915.
Este elevador ficou ligado à intentona de 28 de Janeiro de 1908, conhecida como Golpe do Elevador da Biblioteca, em que conspiravam carbonários, republicanos e dissidentes progressistas. Foram presos António José de Almeida, Afonso Costa, Álvaro Poppe e mais suspeitos, num total de noventa e três conspiradores.»

Fontes:
SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Arquitectura e Urbanismo > Portugal em Imagens > Lisboa
- Memórias de Lisboa

(Lisboa de 1850 a 1974)
/ O outro elevador de Ponsard

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by email