30.12.10

se numa noite de inverno um viajante


Não é só por acaso que nós ainda só estamos no séc. XX ou XXI
...

é que podiamos estar muito mais adiantados


Ensaio sobre Adão


Há cinco possibilidades. Primeira: Adão caiu.
Segunda: foi empurrado. Terceira: saltou. Quarta:
ao debruçar-se sobre o parapeito perdeu o equilíbrio. Quinta:
nada digno de nota aconteceu a Adão.

A primeira, de que caiu, é precária demais. A quarta,
medo, foi examinada e revelou-se inútil. A quinta,
de que nada aconteceu, não interessa. A solução é a alternativa:
saltou ou foi empurrado. E a diferença está apenas

na questão de saber se o demônio
age de dentro para fora ou de fora para
dentro: aí está
o verdadeiro problema teológico.

Robert Bringhurst, "Ensaio sobre Adão"
Tradução de João Cabral de Melo Neto


P'rácabar bem o ano

"Morre lentamente quem se transforma em escravo do habito, repetindo todos os dias os mesmos trajectos, quem não muda de marca, não arrisca vestir uma cor nova e não fala com quem não conhece" 


PABLO NERUDA

24.12.10

Vince Guaraldi - A Charlie Brown Christmas

01] O Tannenbaum
02] What Child is This
03] My Little Drum
04] Linus and Lucy
05] Christmas Time is Here (Instrumental)
06] Christmas Time is Here (Vocal)
07] Skating
08] Hark, The Herald Angels Sing
09] Christmas is Coming
10] Für Elise
11] The Christmas Song
12] Greensleeves


download


21.12.10

Digital Restoration from Start to Finish

Digital Restoration from Start to Finish
How to Repair Old and Damaged Photographs - 2010

Publisher: Focal Press 2010 | 446 Pages | ISBN: 0240812085 | PDF


Download

Hotfile


KCNcrew December

KCNScrew

Mac OS X

Pack 12-15-2010



PPC / Intel
Requiere Mac OS X 10.5+


15.12.10

Excelentíssimo Senhor Presidente de todos os Portugueses

“Tenho lido ultimamente que o Sr. Presidente, como medida de austeridade para fazer frente à crise financeira, apelou a todos os Portugueses a não passarem férias fora do país. Baseando-me nesta informação, deduzo que o Sr. Presidente não está bem informado sobre a situação financeira da maior parte dos cidadãos que representa. Como tal gostaria de aproveitar esta ocasião para acalmá-lo, tirando-lhe esta preocupação, pois a maioria dos Portugueses, não vai viajar tanto para o estrangeiro este ano, assim como sempre o fez, porque o povo que o Sr. Presidente da República representa, tem, teve e pelo que me parece, irá sempre ter os ordenados mais baixos da Europa ocidental. Segundo o que li, estes europeus ganham mais de 55 % do que os portugueses comuns. Como tal encontram-se, na grande parte dos casos, impossibilitados em passar férias no estrangeiro.
Talvez também não esteja informado que, em contrapartida, os nossos governantes, seus familiares, amigos e lacaios têm ordenados ostensivamente superiores, por vezes mais que o dobro dos ordenados dos governantes do resto da Europa Ocidental. Como tal aconselhava ao Sr. Presidente da República do pobre povo português a apelar, mas dirija por favor o seu apelo só aos seus ministros, funcionários, famílias e lacaios, pois só estes têm o poder de compra necessário para passarem férias fora de Portugal. O Português comum – com isto refiro-me àqueles portugueses “sem contactos especiais” e que não quiseram emigrar – nem gozar férias no próprio país podem. Estes passam-nas em casa e se por acaso tiverem a sorte de ter um quintal onde possam apanhar uns banhinhos de sol, bebendo a cervejinha do Continente, já podem se dar por grandes sortudos. Por isso, Senhor Presidente da República Portuguesa, guarde estas palavras só para si e para aqueles mais abençoados pelas mãos de “Deus”, porque muitos sentem-se gozados e estes apelos podem ser prejudiciais para uma possível próxima candidatura.
Cumprimentos saudosos de uma cidadã portuguesa que abandonou o seu País por ter deixado de acreditar que os nossos políticos estejam interessados em proporcionar uma vida digna aos seus cidadãos. Fartei-me da pobreza portuguesa, aqui não sou rica, mas tenho acesso a determinadas comodidades que num país qualquer europeu são tidas como normais e que em Portugal só têm acesso, aqueles portugueses “com amigos especiais”. O padrão que mede a qualidade do trabalho de um político é a qualidade de vida do cidadão e não o número de funcionários e privilégios que estejam ao dispor do Sr. Presidente e seus Ministros.”

Texto da autoria de uma imigrante portuguesa na Alemanha.
http://pimpmyportugal.blogspot.com/2010/06/excelentissimo-senhor-presidente-de.html

Língua Portuguesa


Prontus
Usar o mais possível. É só dar vontade e podemos sempre soltar um 'prontus'! Fica sempre bem.
Númaro
Também com a vertente 'númbaro'. Já está na Assembleia da República uma proposta de lei para se deixar de utilizar a palavra NÚMERO, a qual está em claro desuso. Por mim, acho um bom númaro!
Pitaxio
Aperitivo da classe do 'mindoím'.
Aspergic
Medicamento português que mistura Aspegic com Aspirina.
Alevantar
O acto de levantar com convicção, com o ar de 'a mim ninguém me come por parvo!... alevantei-me e fui-me embora!'.
Amandar
O acto de atirar com força: 'O guarda-redes amandou a bola para bem longe'.
Assentar
O acto de sentar, só que com muita força, como fosse um tijolo a cair no cimento.
Capom
Tampa de motor de carros que quando se fecha faz POM!
Destrocar
Trocar várias vezes a mesma nota até ficarmos com a mesma.
Disvorciada
Mulher que se diz por aí que se vai divorciar.
É assim...
Talvez a maior evolução da língua portuguesa. Termo que não quer dizer nada e não serve para nada. Deve ser colocado no início de qualquer frase. Muito utilizado por jornalistas e intelectuais.
Emparafusar
Acto de apertar parafusos
Encanalizador
Profissão relativa a canos
Entropeçar
Tropeçar duas vezes seguidas.
Êros
Moeda alternativa ao Euro, adoptada por alguns portugueses.
Falastes, dissestes...
Articulação na 4ª pessoa do singular. Ex.: eu falei, tu falaste, ele falou, TU FALASTES...
Fracturação
O resultado da soma do consumo de clientes em qualquer casa comercial. Casa que não fractura... não predura.
Há-des / Há-dem
Verbo 'haver' na 2.ª pessoa do singular e na 3.ª pessoa do plural: "Eu hei-de cá vir"; "tu há-des cá vir...", ... "eles há-dem cá vir"...! Ai há-dem, há-dem!, ..."há-des-te foder"
Não confundir com o Golfo de Adém: infopedia
Inclusiver
Forma de expressar que percebemos de um assunto. E digo mais: eu inclusiver acho esta palavra muita gira. Também existe a variante 'Inclusivel'.

A forma mais prática de articular a palavra MEU e dar um ar afro à língua portuguesa, como 'bué' ou 'maning'. Ex.: Atão mô, tudo bem?
Nha
Assim como Mô, é a forma mais prática de articular a palavra MINHA. Para quê perder tempo, não é? Fica sempre bem dizer 'Nha Mãe' e é uma poupança extraordinária.
Parteleira
Local ideal para guardar os livros de Protuguês do tempo da escola.
Perssunal
O contrário de amador. Muito utilizado por jogadores de futebol. Ex.: 'Sou perssunal de futebol'. Dica: deve ser articulada de forma rápida.
Prutugal
País ao lado da Espanha. Não é a Francia.
Quaise
Também é uma palavra muito apreciada pelos nossos pseudo-intelectuais... Ainda não percebi muito bem o quer dizer, mas o problema deve ser meu.
Stander
Local de venda. A forma mais famosa é, sem dúvida, o 'stander' de automóveis. O 'stander' é um dos grandes clássicos do 'português da cromagem'...
Tipo / Coiso
Juntamente com o 'É assim', faz parte das grandes evoluções da língua portuguesa. Também sem querer dizer nada e não servindo para nada, pode ser usado quando se quiser, porque nunca está errado, nem certo. É assim... tipo, tás a ver? ...coiso, psebes?
Foxes
Luz que sai de fontes de iluminação “Tipo” faróis.
Treuze
Palavras para quê? Todos nós conhecemos o númaro treuze.
Poribido
Não há Ministro, apresentador de telejornal ou policia que não o use com triunfo.
Tolerância Zero
Quer dizer somos intolerantes porque somos tolerantes democráticamente civilizados, quer dizer "pois é meus amigos são €500 de multa, é poribido voltar atrás, tolerância zero é o que manda a lei, tá a pseber?".
Derivado a
Utilizado normalmente devido a algo ... - "perdemos derivado aos nervos", ..."caiu derivado a um buraco, agora é leventar a cabeça e seguir em frente", já o queijo é um devido do leite.
Erário Público
Erário = Tesouro Público, logo, erário público = tesouro público público, ou tesouro público2 (elevado ao quadrado).
Cadavre / Lidre
Coqueluxe dos apresentadores de televisão e finuras sociais para dizerem o que uma pessoa normal diz > cadaver / lider.
Runião - Amanhã não é possivel estou de runião ..... ....

jazz and cigarrettes


Billy Strayhorn: The Peaceful Side - Label: United Artists 14010 12" LP 1962

Design: Frank Gauna - Photo: Herman Leonar


Dexter Gordon: Our Man in Paris - Label: Blue Note 4146 12" LP 1963

Design: Reid Miles - Photo: Francis Wolff


Jeri Southern: Coffee, Cigarettes and Memories - Label: Roulette 25039 12" LP 1958

Hank Mobley: No Room for Squares - Label: Blue Note 4149 12" LP 1963

Design: Reid Miles - Photo: Francis Wolff


Bob Brookmeyer: Brookmeyer - Label: Vik 1071 12" LP 1957

Elvin Jones - Richard Davis: Heavy Sounds - Label: Impulse A-9160 12" LP 1968

Design: Robert and Barbara Flynn - Photo: Charles Stewart


Red Rodney - Label: Signal 1206 12" LP 1957
Design: Don Schlitten


Joe Newman: Countin´ - Label: World Pacific 1288 12" LP 1960

Design: Woody Woodward - Photo: Charles Stewart


Privatize-se

«Privatize-se tudo, privatize-se o mar e o céu, privatize-se a água e o ar, privatize-se a justiça e a lei, privatize-se a nuvem que passa, privatize-se o sonho, sobretudo se for diurno e de olhos abertos. E finalmente, para florão e remate de tanto privatizar, privatizem-se os Estados, entregue-se por uma vez a exploração deles a empresas privadas, mediante concurso internacional. Aí se encontra a salvação do mundo…
e, já agora, privatize-se também a puta que os pariu a todos.»

José Saramago – Cadernos de Lanzarote - Diário III – pag. 148

nun's




GAC - Grupo De Acção Cultural "Vozes na Luta"


GAC - Grupo De Acção Cultural "Vozes na Luta" - wikipedia

A Cantiga É Uma Arma - 1976
Bitrate 128Kb : 33Mb

01-A Cantiga é Uma Arma
02-A Luta do Jornal do Comércio
03-A Luta dos Bairros Camarários
04-Alerta!
05-Aos Soldados e Marinheiros
06-Ronda do Soldadinho
07-Viva a Guiné-Bissau, Livre e Independente
08-Em Vermelho, Em Multidão


Pois Canté!! - 1976
Bitrate 160Kb : 58Mb

01 Pois Canté!!
02 Cantiga sem Maneiras
03 A Herdade do Val Fanado
04 Cantiga do Trabalho
05 Coro das Maçadeiras
06 Maria
07 Olha o Sol a Pôr
08 As Mãos dos Trabalhadores
09 Coro dos Trabalhadores Emigrados
10 Ir e Vir
11 Cantar da Jorna
12 Casas Sim! Barracas Não!


...E Vira Bom - 1977
Bitrate Variable : 55Mb

01-Alvorada
02-Cantiga Raiana
03-Ronda
04-E Vira Bom
05-Tema da Venda do Cepo
06-Quatro Coisas Quer o Amo
07-Moda do Bombo
08-Numa Mão a Enxada
09-De Sol a Sol
10-Murinheira
11-Tema do Auto de Floripes
12-Senhores Ricos e Importantes
13-No Tarrafal Era a Morte
14-Sangue em Flor
15-Reunir Forças

Neste ficheiro incluí três singles, de 1975, do G.A.C. com temas que não saíram em nenhum dos quatro albuns.
Sâo eles:
Até á \"Vitória Final/O Exército do Povo\", \"O Poder ao Lado do Povo/Zé Diogo\" e \"A Internacional/Classe Contra Classe\".


...Ronda de alegria!! - 1978
Bitrate Variable : 38Mb

01-Maridinho
02-Não há mal que não acabe
03-Chula de Penafiel
04-Estas mãos
05-O Alentejo é um jardim
06-Toada de aboiar
07-Oração das almas
08-Moda do emigrante
09-Corridinho
10-O Dom Sebastião Indesejável
11-Ronda
12-Rabanetes
13-Mãe Terra
14-Sementes
15-Ronda de Alegria

3 Singles
ATÉ Á VITÓRIA FINAL/O EXÉRCITO DO POVO - Single (1975)
01-Até á Vitória Final
02-O Exército do Povo
O PODER AO LADO DO POVO/ZÉ DIOGO - Single
(1975)
01-O Poder ao Lado do Povo
02-Zé Diogo
A INTERNACIONAL/CLASSE CONTRA CLASSE - Single
(1975)
01-A Internacional
02-Classe Contra Classe


13.12.10

Comunicado do Gabinete do Primeiro-Ministro:

Faz o Governo saber que, até nova ordem, tendo em consideração a actual situação das contas públicas e como medida de contenção de despesas, a luz ao fundo do túnel será desligada.

10.12.10

Sempre a merda do futuro, a merda do futuro, e eu ah?


«Entretém-te meu anjinho, entretém-te, que eles são inteligentes, eles ajudam, eles emprestam, eles decidem por ti, decidem tudo por ti, se hás-de construir barcos para a Polónia ou cabeças de alfinete para a Suécia, se hás-de plantar tomate para o Canada ou eucaliptos para o Japão, descansa que eles tratam disso, se hás-de comer bacalhau só nos anos bissextos ou hás-de beber vinho sintético de Alguidares-de-Baixo! Descansa, não penses em mais nada, que até neste país de pelintras se acho normal haver mãos desempregadas e se acha inevitável haver terras por cultivar! Descontrai baby, come on descontrai, arrefinfa-lhe o Bruce Lee, arrefinfa-lhe a macrobiótica, o biorritmo, o euroscópio, dois ou três ovniologistas, um gigante da ilha de Páscoa e uma Grace do Mónaco de vez em quando para dar as boas festas às criancinhas!
Piramiza filho, piramiza, antes que os chatos fujam todos para o Egipto, que assim é que tu te fazes um homenzinho e até já pagas multa se não fores ao recenseamento. Pois pá, isto é um país de analfabetos, pá! Dá-lhe no Travolta, dá-lhe no disco-sound, dá-lhe no pop-xula, pop-xula pop-xula, iehh iehh, J. Pimenta forever! Quanto menos souberes às quantas andas melhor para ti, não te chega para o bife? Antes no talho do que na farmácia; não te chega para a farmácia? Antes na farmácia do que no tribunal; não te chega para o tribunal? Antes a multa do que a morte; não te chega para o cangalheiro? Antes para a cova do que para não sei quem que há-de vir, cabrões de vindouros, ah?
Sempre a merda do futuro, a merda do futuro, e eu ah?
Que é que eu ando aqui a fazer? Digam lá, e eu?


(...)

O FMI é uma finta vossa!»

José Mário Branco - FMI

Hunting and Imaging Comets

Martin Mobberley, “Hunting and Imaging Comets (Patrick Moore's Practical Astronomy Series)"
Springer | 2010-10-11 | ISBN: 1441969047 | 394 pages | PDF | 19 Mb

For many astronomers, the holy grail of observation is to discover a comet, not least because comets always bear the name of their discoverer! Hunting and Imaging Comets was written for comet hunters and digital imagers who want to discover, rediscover, monitor, and make pictures of comets using astronomical CCD cameras and DSLRs. The old days of the purely visual comet hunter are pretty much over, but this is not to say that amateurs have lost interest in finding comets. The books also covers the discovery of comet fragments in the SOHO image data, CCD monitoring of older comets prone to violent outbursts, the imaging of new NEOs (Near Earth Objects) that have quite often been revealed as comets - not asteroids - by amateur astronomers, and the finding of recent comets impacting Jupiter.


Adobe Photoshop CS5 for Photographers: The Ultimate Workshop

Martin Evening and Jeff Schewe, "Adobe Photoshop CS5 for Photographers: The Ultimate Workshop"
FocPre | 2010 | ISBN: 0240814835 | 496 pages | PDF | 150 MB


Download

uploading.com

filesonic.com


Digital Darkroom Masterclass

Max Ferguson, "Digital Darkroom Masterclass"
FPr | 2000 | ISBN: 0240515692 | 224 pages | PDF | 16,1 MB


"Vicios Privados, Públicas Virtudes"

Hipócrita

Em casa, marido fiel; no quarto da amante, um devasso. Em público, funcionário honesto; às escondidas, um corrupto.
Para sociedade, um homem direito; para si mesmo, o rei da malandragem.

A todos se mostrava afeito à verdade; a ninguém confessava as suas mentiras.
Mentia principalmente para o filho.

---

Livro aberto.
O menino estuda, enquanto o pai lê o jornal na sua poltrona. De repente, o filho dispara a pergunta:

– Pai, o que é hipocrisia?
O homem fecha o jornal. A resposta sai pronta:
– Hipocrisia, meu filho, é quando uma pessoa finge ser algo que não é.
O menino continua:
– Conhece alguém assim, pai?
– Ô se conheço! Há por aí muita gente hipócrita.
E pondera:
– Nem todos são como o teu pai... Verdadeiro.
O garoto coça a cabeça. A curiosidade insatisfeita:
– Pai, dá para saber quando uma pessoa é hipócrita?
– Dá, sim. Mas não é fácil. Eu mesmo demorei muito a aprender.
– Então ensina-me, pai. Quero saber quem é hipócrita.
– No momento certo, filho. Ainda é muito cedo para você aprender essas coisas. Volta a estudar. E fiqua tranquilo. Quando cresceres, eu estarei aqui, pronto para te ensinar tudo o que aprendi.

Wilson Gorj

8.12.10



Melhor disse Goethe: O próximo afasta-se.

Smoking kills, so start today


Dmitri Dmitriyevich Shostakovich
(Дми́трий Дми́триевич Шостако́вич, Dmitrij Dmitrievič Šostakovič)
(September 25 [O.S. September 12] 1906, (St Petersburg, Russia) – August 9, 1975)


Arnold Franz Walter Schoenberg
(Viena, 13 September 1874 – 13 July 1951, Los Angeles)


Heitor Villa-Lobos
(March 5, 1887 - November 17, 1959)


Béla Viktor János Bartók
(Nagyszentmiklós, 25 March 1881–26 September 1945, New York)


Anton Webern
(Viena, 3 December 1883 – 15 September 1945, Salzburg)


Edgard Victor Achille Charles Varèse
(Paris, December 22, 1883 – November 6, 1965, New York)


Luc Ferrari
(Paris, February 5, 1929 – August 22, 2005, Arezzo, Italy)


John Milton Cage Jr.
(Los Angeles, September 5, 1912 – August 12, 1992, New York)


Luigi Dallapiccola
(Pisino d'Istria, February 3, 1904 – February 19, 1975, Firenze)


Manuel Göttsching
(Berlin, September 9, 1952)

Follow by email