30.12.10

P'rácabar bem o ano

"Morre lentamente quem se transforma em escravo do habito, repetindo todos os dias os mesmos trajectos, quem não muda de marca, não arrisca vestir uma cor nova e não fala com quem não conhece" 


PABLO NERUDA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by email